31 de mai de 2011

Bodas de Casamento

   Dia 29 de maio completei meu primeiro ano de casada! Me senti muito feliz e orgulhosa por poder comemorar essa data com meu marido, como se ficasse constatado: conseguimos! Superamos as primeiras dificuldades satisfatoriamente e cumprimos nossa parte, cada um a sua, como um casal que se ama e conseguiu se adaptar muito bem, um ao outro, nesse primeiro ano de casados de muitos que ainda virão.

   Ao contrario do que muitos pensam, o primeiro ano de casamento não é apenas “lua de mel”. Eu diria que o primeiro ano é o ano de adaptações e reconhecimento de uma nova fase de sua vida. Durante o primeiro ano, você deve aprender a conviver com uma pessoa com crenças diferentes das suas, que cresceu em uma família diferente, com costumes diferentes. Enfim, por mais que você já convivesse diariamente com a pessoa, só quando você se casa e passa a fazer as refeições juntos, dormir e acordar juntos, passear e ficar em casa juntos, rir e chorar juntos, entre outras coisas, sempre juntos, você passa a conhecer de verdade a pessoa e a si mesmo também.

   É aí que o amor deve ser realmente verdadeiro, além das expectativas, das suposições, das aparências, dos idealismos ou das condições… Amar o homem ou a mulher que você escolheu para viver com você o resto da vida por completo, é aceitar seus defeitos (assim como aceitamos os nossos) e valorizar suas qualidades acima de tudo. Esse é o segredo: respeitar o outro como ele é, sem querer muda-lo, e sempre lembrar que se ele ou ela foi o “escolhido” é porque você sentiu algo especial em algum momento e que, apesar de todas as dificuldades, aquela pessoa sempre estará lá com você e para você. Isso é o que faz valer a pena se casar.

   A vida já é difícil de ser vivida quando você tem alguém para te dar apoio e suporte, imagine sem ter ninguém. Por isso ainda insistimos em encontrar uma pessoa para completar e equilibrar nossas vidas. Por isso acredito que o casamento não é uma instituição falida e que ainda há muito mais vantagens do que desvantagens para serem medidas (será que é porque sou uma romântica assumida?).

   Não estou dizendo que existem casais perfeitos, porque perfeição é um termo muito amplo: o que é perfeito para mim, pode não ser para você. Mas de uma coisa tenho certeza: o casal que se ama de verdade, está sempre conversando e, até mesmo discutindo, brigando, mas sempre chegando a uma conclusão juntos e, então, os dois saem ganhando, sem que isso vire um “esporte” ou um vicio sem fundamento, é aí que se encontra o problema. Pois quem se ama, se importa, se mostra interessado e, enquanto tiver dialogo e argumentos entre o casal, há amor e um casamento “vivo”.

   A cada ano completo de casado, o casal comemora suas Bodas. Quanto mais tempo juntos, melhor e menos comum é o material das Bodas comemoradas. Aqui vai a lista de Bodas, ano a ano, que norteiam o tema da festa ou da janta do casal e, até mesmo, dos presentes que o casal se troca ou recebe de seus padrinhos, familiares e amigos nesta data especial.

           

1º ano - Bodas de Papel
2º ano - Bodas de Algodão
3º ano - Bodas de Couro ou Trigo
4º ano - Bodas de Flores, Frutas ou Cera
5º ano - Bodas de Madeira ou Ferro
6º ano - Bodas de Açúcar ou Perfume
7º ano - Bodas de Latão ou Lã
8º ano - Bodas de Barro ou Papoula
9º ano - Bodas de Cerâmica ou Vime
10º ano - Bodas de Estanho ou Zinco
11º ano - Bodas de Aço
12º ano - Bodas de Seda ou Ônix
13º ano - Bodas de Linho ou Renda
14º ano - Bodas de Marfim
15º ano - Bodas de Cristal
16º ano - Bodas de Safira ou Turmalina
17º ano - Bodas de Rosa
18º ano - Bodas de Turquesa
19º ano - Bodas de Cretone ou Água Marinha
20º ano - Bodas de Porcelana
21º ano - Bodas de Zircão
22º ano - Bodas de Louça
23º ano - Bodas de Palha
24º ano - Bodas de Opala
25º ano - Bodas de Prata
26º ano - Bodas de Alexandrita
27º ano - Bodas de Crisoprásio
28º ano - Bodas de Hematita
29º ano - Bodas de Erva
30º ano - Bodas de Pérola
31º ano - Bodas de Nácar
32º ano - Bodas de Pinho
33º ano - Bodas de Crizopala
34º ano - Bodas de Oliveira
35º ano - Bodas de Coral
36º ano - Bodas de Cedro
37º ano - Bodas de Aventurina
38º ano - Bodas de Carvalho
39º ano - Bodas de Mármore
40º ano - Bodas de Esmeralda
41º ano - Bodas de Seda
42º ano - Bodas de Prata dourada
43º ano - Bodas de Azeviche
44º ano - Bodas de Carbonato
45º ano - Bodas de Rubi
46º ano - Bodas de Alabastro
47º ano - Bodas de Jaspe
48º ano - Bodas de Granito
49º ano - Bodas de Heliotrópio
50º ano - Bodas de Ouro
51º ano - Bodas de Bronze
52º ano - Bodas de Argila
53º ano - Bodas de Antimônio
54º ano - Bodas de Níquel
55º ano - Bodas de Ametista
56º ano - Bodas de Malaquita
57º ano - Bodas de Lápis-lazúli

58º ano - Bodas de Vidro
59º ano - Bodas de Cereja
60º ano - Bodas de Diamante
61º ano - Bodas de Cobre
62º ano - Bodas de Telurita
63º ano - Bodas de Sândalo

64º ano - Bodas de Fabulista
65ºano - Bodas de Platina
66º ano - Bodas de Ébano
67º ano - Bodas de Neve
68º ano - Bodas de Chumbo
69º ano - Bodas de Mercúrio
70º ano - Bodas de Vinho
71º ano - Bodas de Zinco
72º ano - Bodas de Aveia
73º ano - Bodas de Manjerona
74º ano - Bodas de Macieira
75º ano - Bodas de Brilhante ou Alabastro

76º ano - Bodas de Cipreste
77º ano - Bodas de Alfazema
78º ano - Bodas de Benjoim
79º ano - Bodas de Café
80º ano- Bodas de Nogueira ou Carvalho
81º ano- Bodas de Cacau
82º ano- Bodas de Cravo
83º ano- Bodas de Begônia
84º ano- Bodas de Crisântemo
85º ano- Bodas de Girassol
86ºano - Bodas de Hortênsia
87º ano - Bodas de Nogueira
88º ano - Bodas de Pêra
89º ano - Bodas de Figueira
90º ano - Bodas de Álamo
91º ano - Bodas de Pinheiro
92º ano - Bodas de Salgueiro
93º ano - Bodas de Imbuia
94º ano - Bodas de Palmeira
95º ano - Bodas de Sândalo
96º ano - Bodas de Oliveira
97º ano - Bodas de Abeto
98º ano - Bodas de Pinheiro
99º ano - Bodas de Salgueiro
100º ano - Bodas de Jequitibá

   E você? Vai até quantos anos casada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Seja bem vinda(o) para fazer seu comentário!