21 de mar de 2011

Como você vê a si mesma?

   A maioria das mulheres costuma ter mais olhos para seus defeitos ao se olhar no espelho, destacando coisas como: gordurinhas indesejadas, celulite nas coxas, nos glúteos e na barriga, pés de galinha e marcas de expressão no rosto, estrias no culote e nos seios, enfim, tudo o que os homens não notariam em si mesmos, as mulheres “adoram” dar relevância.


Como você vê a si mesma?
   Será que as mulheres fazem isso porque tem baixa-estima ou porque são perfeccionistas? Ou será que é porque as mulheres tem a mania de se compararem entre si? Ou ainda, se compararem com os homens?

   Algumas de nós não se limitam à comparação física, e, muitas vezes, acabam sentindo-se inferiores intelectualmente, psicologicamente, moralmente, espiritualmente e, até mesmo, sentimentalmente.

Não se compare a ninguém!

   Então eu pergunto, como você vê a si mesma? Se você é dessas mulheres que se torturam diariamente ao reduzir a sua pessoa a defeitos internos e externos, pare já com isso! Mude imediatamente! Pois essa atitude só traz malefícios à sua saúde e, digo mais, atraem os olhares dos outros para esses detalhes, muitas vezes insignificantes, que você acaba destacando erroneamente.

   Aqui vão cinco dicas para você mudar a maneira de olhar a si mesma e ter uma vida mais light, sem cobrar tanto de si mesma, afinal de contas: ninguém é perfeito!
  1. Pare de achar defeitos em você. Em vez de se olhar no espelho para encontrar defeitos, enxergue-se com bons olhos e encontre o que há de melhor em você! Eh claro que seu corpo não é perfeito (nenhum corpo é), mas é seu corpo, então cuide dele e aprenda a admira-lo como ele é. Esconda as coisas que não te agradam tanto e destaque o que você mais gosta. Desenvolva seu senso critico para o seu bem e não o contrario.
  2. Não se compare a ninguém. Você ainda não percebeu que cada pessoa é uma pessoa? Esqueça esse lance de comparar sua barriga, suas pernas, sua vida ou seja lá o que for com a de outra pessoa, isso não é certo.Cada pessoa deve ser bonita individualmente, de acordo com sua natureza e buscar o seu melhoramento ao seu tempo, de acordo com o que seja melhor para si. Não copie nada de ninguém. Se aquele corte de cabelo, aquela roupa ou aquele emprego combina com aquela pessoa, talvez não dê certo para você. Viva sua vida e seja um exemplo de pessoa realizada consigo mesma.
  3. Aprenda a amar a si mesma. Quando amamos a nós mesmas, os outros, automaticamente, sentem essa energia e começam a nos amar também. Trate a si mesma como gostaria que os outros te tratassem. Amar-se, significa aceitar-se como é e conhecer-se inteiramente, incluindo os defeitos, ajudando-se a melhorar sempre.
  4. Coloque em primeiro plano suas qualidades. Qualidades e defeitos todo mundo tem, mas tem pessoas que sabem lidar melhor com isso do que outras, tanto que as classificamos como “perfeitas”. Mas perfeição não existe. O que existe é usar de maneira certa o foco das atenções dos outros, visando o melhor e não o pior. No momento em que você destaca suas qualidades, você disfarça seus defeitos (sejam eles internos ou externos). Isso não significa que você se tornou perfeita, apenas coloca em segundo plano aquilo que não te favorece, oferecendo a si mesma mais tempo para aprender a lidar com os defeitos e resolve-los no tempo certo.
  5. Identifique seus defeitos e tente melhora-los. Aqueles que “se acham” perfeitos, são os mais problemáticos, pois não sabem lidar com seus problemas e em vez de corrigi-los, apenas os escondem. Tapar o sol da peneira não funciona. Alias, é ainda mais feio uma pessoa que se “considera” perfeita, do que aquela que se “considera” um zero à esquerda, porque a “perfeita” nunca irá mudar, pois ela não admite que tem “probleminhas” para serem solucionados, e nunca melhora (e são rotuladas como pessoas, no mínimo, chatas). Lembre-se sempre: o primeiro passo para se tornar alguém melhor é reconhecer e identificar onde estão seus defeitos, sejam eles morais, intelectuais, psicológicos, espirituais ou sentimentais e, assim, começar um processo de reconstrução interior. Aí sim, é bem mais fácil de refletir nosso lado bom, quando a beleza vem de dentro.
Aprenda a amar a si mesma

   Agora, para concluir, eu pergunto novamente: como você vê a si mesma?

   Beijos e boa semana a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Seja bem vinda(o) para fazer seu comentário!